Ervas e Temperos

bot-ervasetemperos

Você sabia que, segundo o Feng Shui, a cozinha é o lugar da casa que se conecta direta e imediatamente, à prosperidade?
O Feng Shui é uma filosofia de origem chinesa que, usando a relação yin/yang, trabalha o conhecimento das energias, promovendo formas de conservar as positivas e afastar as negativas.
Assim como a cozinha, os lugares e os elementos que estão relacionados a ela, também funcionam como ferramentas a serem trabalhadas para a manutenção da prosperidade, e é aí que entram os temperos. Estes, além de acrescentarem um sabor incrível aos alimentos, também atuam medicinalmente no nosso organismo, e agem como condutores de energias específicas. Por isso, cultivá-los em vasinhos com terra, ou em recipientes com água (hidroponia), traz uma série de benefícios à nossa saúde física e emocional, contribuíndo (além do delicioso perfume que deixam em nossa cozinha, ou área adjacente) para a harmonia de nossa casa.
Naquilo que chamamos de “temperos” (porque os usamos para temperar a comida e dar-lhe um toque especial, explorando e acentuando o sabor de outros ingredientes) ainda se pode fazer uma divisão entre temperos e ervas. Consideramos ervas as folhas que exalam perfume, e até mesmo alguns caules, e temos entre elas o manjericão, a salsa, o alecrim, a hortelã, o coentro (que, neste caso, a sua folha é uma erva, enquanto suas sementes e raízes são temperos).

Comentários estão fechados