Substratos

bot-substratos

Substratos são utilizados para a sustentação das plantas em um sistema de hidropônia.  Eles podem ser feitos de diversos materiais, desde que tenham alta resistência ao desgaste  e de preferência não minerais solúveis pois não devem alterar o equilíbrio químico da solução nutritiva . O material não deve ser portador de qualquer forma de vida de macro ou micro-organismo, para reduzir o risco de propagação de doenças ou causar danos às plantas, pessoas ou animais que comem.

Substratos inorgânicos

Lã de rocha (ou espuma fenólica): É um sistema feito a partir da fusão de lã de rocha. Esses substratos são transformados em fibras e prensados em pranchas ou blocos.  A grande vantagem é que têm 97%de espaços vazios, por isso têm grande capacidade de absorver água e conter ar. Onde existem fábricas próximas ao local, este é um meio muito utilizado, embora seja mais caro comparado a outros substratos.

Areia:O cultivo hidropônico em areia adapta-se bem em regiões desérticas e é comum no Arizona, no Texas (EUA), no México, nos Emirados Árabes, no Irã e em Israel. Pode ser usado o semeio direto ou o transplantio, em bancadas, canais, ou na superfície total da casa de vegetação (MARTINEZ, 2006).     Deve-se ter bastante cuidado com a areia utilizada, esta deve ter tamanho e tipos específicos. Não se deve usar areia calcária nem de praia.

Perlita: é uma rocha, mais especificamente um mineral do grupo da sílica. Para se chegar a aparência de pequenas esferas de isopor, a perlita sofre um processo térmico e o que era inicialmente um material de elevada dureza torna-se uma espécie de bola de cortiça, mas na verdade trata-se de um composto mineral e não orgânico.

 

Argila expandida: É um meio de cultivo muito utilizado no mundo tudo, principalmente na hidroponía. Trata-se de um árido cerâmico muito leve misturado com ferro. Tem passado por diferentes processos prévios antes de poder ser utilizada, como o processo de cozimento, no qual se calcina o ferro criando poros na argila fazendo-a mais leve. São muitos seus usos, alem de utilizar-se para o cultivo hidropônico, também é muito usada na construção como isolante térmico, etc.

O tamanho da argila expandida varia sendo o tamanho menores 5 mm e os mais grandes de 15 mm, aproximadamente. Cabe destacar que a argila expandida de maior tamanho aguentará mais facilmente a umidade e durante mais tempo que a de menor volume.

Vermiculita: Já foi bastante utilizada, mas atualmente tem uso apenas em algumas misturas.

Substratos orgânicos

 

Fibra de coco: Tem sido largamente utilizado por sua facilidade de manejo e melhor qualidade. Mas deve-se tomar cuidado com o fornecimento, pois os níveis de sais contidos na fibra de coco variam muito entre os fornecedores.

 

O importante é que esses substratos cumpram a sua função, ou seja, façam o papel de substituir o solo, servindo de sustentação para as raízes; tenham boa absorção de água e ar para a planta e não tenham contaminações que possam causar problemas fitossanitários. A escolha recai nessas características e na proximidade de fornecedores idôneos. Esta última gera preços mais baixos.

Por ser uma produção, na qual se controlam praticamente todas as condições da planta, além de gerar uma produtividade superior, o produtor deve ter cuidado para não usar um substrato que possa prejudicar seus processos. Dessa forma, obterá sucesso na hidroponia escolhendo bem o que cultivar e em qual substrato.

Fonte:http://www.conosul.com.br

http://www.cpt.com.br

Comentários estão fechados